Finhani – O Vagabundo Apaixonado

“…Só quem nunca amou de verdade não sabe o quanto é que um homem pode ser fustigado pela paixão ou ser consumido pela sua chama. O ser humano apaixona-se, diversas vezes, de maneira diferente e por inúmeras coisas. Por exemplo, quem vive junto ao mar, raramente deixa de apaixonar-se por um dos seus encantos: pelas suas ondas, pela sua bravura ou brandura, pelas águas verdes ou azuis, pelas suas praias, pelas suas conchas ou até pelos brilhos das algas do mar nas noites de luar e pelo passeio das gaivotas na hora do ritual mágico do pôr-do-sol.

Há ainda quem se apaixone pelas areias cristalinas das praias, pelas espumas que se formam quando as ondas do mar avançam com vigor para abraçar e beijar o patamar. O mar consegue ser um verdadeiro vagabundo e sedutor, formando dupla com o vento leve, criando melodias e harmonias únicas. É tão relaxante quanto terapêutico apreciar a brancura dos pelicanos à beira-mar, contrastando com o verdejar dos mangais, e deixar-se hipnotizar com o magnífico cortejo amoroso dos golfinhos no cair da tarde. De certeza absoluta que quem vive junto ao mar se apaixona por ele ou por um dos seus encantos.

De igual modo, pode afirmar-se que quem vive no mato se encanta com um dos seus mistérios: os aromas das suas plantas, as melodias dos pássaros que nele habitam, o cheiro da sua terra molhada ou até a silhueta das suas árvores. Pode maravilhar-se ainda com a sensação de caminhar de pés descalços sobre as folhas caídas que caprichosamente formam no solo uma camada fresca e confortável para pisar, sem deslizar…”

A Hora da Partida

Sou Emílio Tavares Lima – Escritor, Poeta e Comunicólogo. Autor de vários livros de poesia, romances e mentor de duas Antologias, uma delas juntou mais de 46 Jovens Guineenses e participei em mais de 15 antologias. O meu primeiro Romance foi recomendado para estudos Universitário na Universidade Amílcar Cabral, na Guiné-Bissau. Já tive a honra de representar, condignamente, o meu país em vários encontros de Escritores da Língua Portuguesa, no continente americano, europeu e africano.

A Red, Red Rose

O my Luve is like a red, red rose
That’s newly sprung in June;
O my Luve is like the melody
That’s sweetly played in tune.
So fair art thou, my bonnie lass,
So deep in luve am I;
And I will luve thee still, my dear,
Till a’ the seas gang dry.
Till a’ the seas gang dry, my dear,
And the rocks melt wi’ the sun;
I will love thee still, my dear,
While the sands o’ life shall run.
And fare thee weel, my only luve!
And fare thee weel awhile!
And I will come again, my luve,
Though it were ten thousand mile.

Be the action man

https://emiliotavareslima.com/2019/01/23/be-the-action-man/

Be the action man

Most of the time when you feel like your dream is not enough, step up and remember that everyone can dream but not all of us take action to make our dreams become reality.
This is the difference between the dreamer and the action man.

By: Emílio Tavares Lima

The light of love

I could see the light of love
In your crystal eyes
When you rescued me
On the dark side of the moon
From this day onwards
My whole life is a blessing.

Eu pude ver a luz do amor
Nos seus olhos cristalinos
Quando resgataste me
Do lado negro da lua
A partir deste dia
Toda a minha vida é uma bênção.